Scroll Top

Atribuição do foral velho de Álvaro foi há 820 anos

14026569289126-DAN06D028_1536-B

A vila de Álvaro tem mais de oito séculos de história, facto que se atesta na alvura do casario, sinal de nobreza e do estatuto histórico de um território que já foi concelho, tendo sido extinto em 1836, por Decreto de 9 de março de 1836. O seu povoamento surgiu quando o Rei D. Sancho I decide fixar moradores em novos locais estratégicos, através da concessão de forais (os chamados forais velhos).

Embora as terras de Álvaro não estejam explicitamente mencionadas, foram abrangidas na doação de D. Sancho I, em 13 de junho de 1194, à Ordem de S. João Baptista do Hospital que aliás, lhes reconheceu interesse pela atração e potencial de desenvolvimento que o curso fluvial do Zêzere posteriormente intensificou.

Entretanto, entre 1504 e 1522, D. Manuel I organiza internamente o território, dando mais autonomia às localidades preponderantes, como a vila de Álvaro, à qual é concedido estatuto político-administrativo próprio, através da atribuição do foral novo, o Foral Manuelino, a 4 de agosto de 1514, efeméride que assinala este ano o seu 500.º aniversário.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.