Controlo do Nemátodo da Madeira do Pinheiro no concelho

131409013220091030_Nematodo

Com o objectivo de controlar o Nemátodo da Madeira do Pinheiro (NMP) em Portugal, no âmbito do Programa de Acção Nacional para Controlo do NMP, estão a decorrer trabalhos de marcação e corte de árvores que apresentem sintomas de declínio. Recorde-se que esta doença é causada por um verme microscópico da família das lombrigas que se transmite às árvores através de um insecto-vector, pelo que a dispersão do nemátodo está limitada ao período de voo do insecto (de Abril a Outubro). Visualmente, esta doença detecta-se devido ao amarelecimento e murchidão das agulhas (primeiro as mais antigas, estendendo-se gradualmente a toda a copa), diminuição da produção de resina, manutenção das agulhas mortas por período prolongado e existência de ramos secos mais quebradiços que o habitual, levando à secura total da copa.

No concelho de Oleiros, a APFAM (Associação dos produtores Florestais de Alvelos e Muradal), em parceria com a Forestis, estão a promover, em cada uma das freguesias, a identificação das árvores em declínio, as quais serão então sujeitas a abate, assim como a colocação de armadilhas para verificar a ocorrência de NMP. Após o corte das árvores, o proprietário terá então um período para retirar a madeira cortada, findo o qual, esta ficará a cargo da APFAM. Informe-se que para combater esta doença é essencial detectar e remover pinheiros mortos ou com sintomas de declínio (preferencialmente de Novembro a Março); eliminar todos os sobrantes da exploração florestal e controlar a população do insecto-vector durante o seu período de voo (de Abril a Outubro) por meio de armadilhas. Lembra-se ainda que no caso da remoção de árvores e eliminação de sobrantes, estas acções requerem alguns preceitos e constituem uma obrigação legal da responsabilidade dos proprietários.

Se é proprietário florestal esteja atento e informe-se na APFAM sobre: se deve ou não intervir no seu pinhal; se está ou não numa área afectada; como deve ser efectuado o corte e o tratamento do material; como deve ser efectuado o transporte e quais os locais autorizados; quais os trabalhos em curso no âmbito do Plano de Acção Nacional em curso contra o NMP; a legislação em vigor.

APFAM – Associação dos Produtores Florestais de Alvelos e Muradal
Rua Campo de Futebol, Apt. 9
6160 – 300 Oleiros
T: 272 682 380 I T: 969 846 867 I Fax: 272 682 383
e: apfam@sapo.pt I w: www.apfam.home.sapo.pt

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.