Escola de Escalada Oleirense é já um sucesso

1396886126Escola_de_escalada

Um grupo de experientes alpinistas, entre os quais Paulo Roxo e Daniela Teixeira, escalou no passado dia 5 de abril (sábado), as dez vias de escalada situadas numa vertente da serra quartzítica do Muradal, na Penha Alta (Oleiros). Para além das deslumbrantes vistas que se alcançam daquele local, este tem ainda a mais-valia de constituir uma oportunidade única para realizar uma escalada sob fósseis. Os escaladores gostaram muito da escola de escalada Oleirense e segundo os próprios “o sítio tem imenso potencial”.

Recorde-se que a escola de escalada do Muradal será certamente um dos locais mais procurados do trilho português dos Apalaches (Grande Rota Muradal-Pangeia), proporcionando emoções indiscritíveis a quem dele desfrutar. Muito em voga hoje em dia e fortemente associada à superação humana, a escalada – modalidade prima do montanhismo – é a arte (com muita técnica) de subir pelas paredes. A modalidade surgiu no séc. XIX na Alemanha e em Inglaterra. Em Portugal, a história assinala a expedição do Rei D. Carlos à serra da Estrela, na qual é atingido, pela primeira vez, o cume do Cântaro Magro (1928 metros). Para quem quer experimentar o prazer desta modalidade sem arriscar a segurança existem paredes artificiais em parques aventura e ainda escolas de escalada, em fantásticos cenários naturais como, recentemente, em Oleiros.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.