Pçª do Município, 6160-409 Oleiros, Portugal

Festival de Música do Pinhal continua este fim de semana

15566344141_(5)

O Festival de Música do Pinhal (FMP) arrancou no passado sábado, pelas 15:00h, na Igreja Matriz de Oleiros. O concerto pelo Quarteto de Cordas (de Arco), contou com a presença do Maestro Luís Cipriano, o qual fez questão de estar no primeiro de vários acontecimentos inseridos neste Festival.

Após o concerto, o consagrado maestro partiu para Itália, onde integra o júri do Venezia in Musica International Choir Festival & Competition, juntamente com Rohan de Lanerolle do Sri Lanka e Battista Pradal de Itália.

Neste primeiro concerto onde também esteve presente o Vereador da Cultura, Paulo Urbano, foi mais uma vez destacada a forte aposta na descentralização cultural através da parceria do Município com a Associação Cultural da Beira Interior.

O Vereador frisou ainda que estes concertos constituem verdadeiras oportunidades, uma vez que é normalmente nas grandes cidades que se ouvem músicos desta qualidade. No domingo, teve lugar na Igreja Matriz de Sobral, o concerto do Quarteto de Cordas “String Quartet” que contou com uma plateia especial.

A Academia de Música de Coimbra realizou a IV Viagem Com Vida, constituída pelos alunos do programa Academia Com Vida, que passaram pelo Sobral de forma a ter hipótese de presenciar este momento musical.

O Festival continua já esta sexta-feira, dia 3 de Maio, com uma Masterclass de Trompete lecionada pelo trompetista Filipe Coelho e que se destina a jovens de escolas e bandas locais. Dia 4 de Maio pelas 21 horas, na Igreja Matriz de Estreito será a vez dos Almost6 (sexteto de trompete) e no dia seguinte Ensemble de Sopros na Igreja Matriz de Cambas (16 horas).

O FMP tem continuidade no dia 10, em que durante o dia haverá um workshop de Percussão do projeto Zéthoven para crianças do 2º ciclo e nessa mesma noite no Auditório da Santa Casa da Misericórdia de Oleiros, um concerto também dedicado à percussão a cargo dos Merak Trio.

No dia seguinte pelas 21 horas na Igreja Matriz de Orvalho será o encerramento com o Coro Misto da Beira Interior com o programa “La Renaissance”.

Esta edição, e pela formação dos próprios grupos, será também uma viagem pela história da música com obras que vão desde o séc. XV ao séc. XXI tendo no concerto do Coro Misto as obras mais antigas e em contraste no concerto dos Merak Trio as obras mais contemporâneas.

O evento insere-se no âmbito do Festival das Artes da Beira Baixa, uma iniciativa enquadrada no projeto Beira Baixa Cultural, promovido pela Comunidade Intermunicipal e Municípios que a constituem, sendo cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Europeu / Portugal 2020.

Com a sua realização, pretende-se promover a Cultura e valorizar a Música, através de um conjunto de atividades tendentes à sua qualificação e divulgação.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.