Festival do Cabrito Estonado e do Maranho à porta

1455539386capa
O Cabrito Estonado de Oleiros, um prato medieval que desde sempre uniu os povos, e o maranho, um enchido fresco tradicional da Zona do Pinhal, voltam a atrair todas as atenções para o concelho, nos dias 19, 20, 26 e 27 de março, com a oitava edição do seu Festival Gastronómico.
Recorde-se que a primeira referência histórica a esta forma peculiar de assar cabrito com a pele surge num livro de receitas árabe do Al-Andaluz e do Magrebe, no séc. XIII, tendo ainda sido mencionada pelo primeiro ocidental a chegar ao Tibete, o oleirense Padre António de Andrade, no séc. XVII e por Alexandre Dumas, no séc. XIX. Este é também conhecido como “o Cabrito da Paz”, uma vez que na sua origem era consumido igualmente pelas três religiões descendentes do profeta Abraão, ou seja, por cristãos, judeus e muçulmanos. Em pleno séc. XXI o Cabrito Estonado de Oleiros é um sucesso e originou a criação de uma Confraria Gastronómica.
Para degustar estas iguarias no seu local de origem, o Município de Oleiros sugere uma vinda ao concelho, nos dois fins-de-semana do período pascal, onde tem para oferecer a melhor tradição gastronómica a todos quantos adiram a mais um Festival Gastronómico. Já sabe, marque na sua agenda.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.