Fôlego deixa mural no Agrupamento de Escolas

Mural do Folego na AEPAA

O alerta sobre as alterações climáticas é a mensagem de base do mural que foi pintado nestes três últimos dias (terça, quarta e quinta feira), numa das paredes da sede do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, pela dupla em Street Art Marina Patacas e Filipe Granja. A iniciativa de arte comunitária “Pigmentos”, do programa FÔLEGO, está a desenvolver expressões artísticas dirigidas ao público infantojuvenil e passou por Oleiros.

A artista, que assina como Mariana PTKS, contou com a ajuda dos alunos para a pintura deste mural com os tons suaves rosa, branco e azul. “Foram as cores de base do trabalho, remetendo para os montes e serras, onde existem algumas torres eólicas e para os ícones de pessoas conhecidas da zona”, explica a artista, consciente de que este é um território “bastante fustigado pelos incêndios”. Nas suas palavras é “um mural sensibilizador”. A dupla de artistas explicou ainda à comunidade escolar a diferença entre graffiti e arte urbana.

Este programa compreende intervenções artísticas em cinco agrupamentos de escolas. Para além do de Oleiros – o único da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa que integra o Plano Nacional das Artes – incluem-se ainda os de Mação, Proença-a-Nova, Sertã e Vila de Rei. Nestas vilas permanecem agora murais de alerta sobre as alterações climáticas, numa mensagem envolvida na expressão artística de arte urbana, temáticas transversais deste projeto.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.