Scroll Top

Município de Oleiros realizou 43 ações de sensibilização sobre limpeza de terrenos

Terminaram na passada semana, as ações previstas pelo Município de Oleiros, através do Gabinete Técnico Florestal e Serviço Municipal de Proteção Civil, no âmbito da Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Estas ações decorreram em articulação com as Juntas de Freguesia e CLDS do Município, em vários locais e em horários indicados pelas mesmas, de modo a conseguir reunir o maior número de pessoas.

Num total de 43 ações desenvolvidas, onde estiveram cerca de 950 pessoas, foram explicadas ao pormenor, as medidas sobre a proteção de Aglomerados Populacionais e de Edifícios Isolados, tentando incutir uma cultura de segurança das próprias pessoas e bens, podendo estas estar mais protegidas em caso de incêndio florestal.

Mitigar este risco é, sem dúvida, uma preocupação e dever deste Município, mas também incutir uma mentalidade de auto-proteção nas populações, de modo a que, tragédias do passado – ainda bem presente nas nossas memórias – não se voltem a repetir no futuro.

O objetivo destas sessões de esclarecimento foi auxiliar a população quanto às suas obrigações e direitos, no que diz respeito às limpezas da vegetação junto às habitações.

Relembre-se que a legislação que regula esta temática, está em vigor desde 2006 e tem vindo a sofrer alterações ao longo dos anos, mais concretamente, no que diz respeito a prazos mais apertados e a contra-ordenações.

De referir ainda, que os técnicos do Município continuam a desenvolver deslocações a inúmeros locais, solicitados pela população, indo ao encontro das preocupações que se verificam no terreno.

Também essa preocupação é evidenciada pela forte adesão dos munícipes aos serviços do Gabinete Técnico Florestal, o que comprova a utilidade das ações desenvolvidas e a seriedade com que a população abordou esta problemática.

A exemplo de anos anteriores, também o Município quer dar o exemplo e cumprir com o estipulado perante o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Assim de acordo com as obrigações e responsabilidades do Município, foram mencionados nas ações de sensibilização, os locais que estão a ser alvo de trabalhos no que diz respeito à criação e manutenção de faixas de gestão de combustíveis e aqueles que irão ainda ser realizados.

Paralelamente, foram também distribuídos pelas caixas de correio do concelho, panfletos informativos de modo a que seja disponibilizada, o máximo de informação possível.

Em anos anteriores, este apoio à população foi prestado através dos serviços da contagem da água, por Editais, e pelo “porta-a-porta”, onde se referia já esta legislação e onde sempre foi bem patente a preocupação das pessoas perante o risco de os incêndios florestais afetarem os seus bens e as suas próprias vidas.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.