Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

14818737

Visitantes

Notícias

Município de Oleiros Comemora Centenário da República

Por Município de Oleiros em 04 de Outubro de 2010

Município de Oleiros Comemora Centenário da República

No dia 5 de Outubro, o dia maior das Comemorações da Implantação da República, efeméride da máxima relevância para a instituição municipal, o Município de Oleiros assinala este Dia com as seguintes celebrações:

Programa:
10H20 - Alvorada de foguetes (Recinto de Festas de Santa Margarida)
10H30 - Hastear da Bandeira ao som do Hino Nacional executado pela Sociedade Filarmónica Oleirense  em uníssono com o país inteiro (em frente ao edifício da Câmara Municipal de Oleiros).

Para além deste momento extraordinário em que três centenas de Bandas Filarmónicas de todo o país tocam em uníssono o Hino Nacional, o Município de Oleiros distribui um folheto informativo em que se evidencia as ligações familiares de uma figura incontornável desse acontecimento, José Relvas, a Oleiros. Este vulto que foi a cabeça da revolução, não só nos ideais, mas sobretudo na acção, foi um lavrador bastado, político íntegro, amante das artes e coleccionismo e ainda filantropo esclarecido. José de Mascarenhas Relvas, Senhor da Casa dos Patudos, em Alpiarça, nasceu no seio de uma família nobre. A ligação da família Relvas a Oleiros vem do tempo dos irmãos José e Manuel Farinha Relvas de Campos. O primeiro, avô de José Relvas, a quem se deve o nome, iniciou a sua actividade comercial neste concelho, como arrendatário da Comenda de Oleiros. Posteriormente, estabeleceu-se na vila da Golegã, onde se tornou um bem sucedido empresário e fundador de uma das maiores casas agrícolas do Ribatejo.

Reportando ao ramo da família oleirense, Manuel Farinha Relvas de Campos, irmão de José Farinha Relvas de Campos (e tio-avô de José Relvas), continuou sempre radicado a Oleiros, tendo vivido na povoação da Serra. Boticário de profissão, foi também Capitão de Ordenanças e Presidente da Câmara Municipal de Oleiros, durante alguns anos. Do casamento da sua filha mais velha com Francisco Barata Nogueira de Andrade, nasceu Francisco Barata Nogueira Relvas, seu neto, considerado uma figura notável da História Oleirense, a quem se deveu a construção do hospital com o mesmo nome.

Barata Relvas e José Relvas possuem origens familiares comuns, tendo considerável importância histórica à escala local e nacional, respectivamente. Cada um, à sua maneira, teve um papel relevante na Comunidade e demonstrou ser detentor de um espírito altruísta e filantrópico. Não deixa de ser curioso pensar que as origens de José Relvas passaram por Oleiros, facto que poderá ter, de certa maneira, marcado as vidas dos seus antecessores. É também notável que tenha sido em Oleiros que José Farinha Relvas de Campos tenha iniciado a sua actividade empresarial, o que poderá ter influenciado, de algum modo, o seu empreendedorismo, assim como todo o sucesso alcançado, determinando o desenrolar dos acontecimentos.

Voltar

Agenda Cultural

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2020 - Desenvolvido por citricweb.pt