Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

Concelho de Oleiros

REDUZIDO

4.ª feira (22 de Setembro)

17023003

Visitantes

Notícias

Vinho Callum, um emocionante vinho histórico

Por Município de Oleiros em 14 de Abril de 2014

Vinho Callum, um emocionante vinho histórico

O arranque do VI Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho ficou marcado pela realização das Jornadas do Vinho Callum, uma iniciativa que reuniu vários especialistas em torno do assunto e que conseguiu congregar aspetos tão díspares como os dados da produção no concelho, a história da casta, aspetos organoléticos do vinho, estratégias para a valorização e promoção deste produto endógeno e até mesmo uma estratégia de branding.

 

 

 

Na ocasião foi referido que este é um vinho genuíno do território, sendo biológico na sua essência e podendo também ser caracterizado como: histórico, um arcaísmo vitivinícola e segundo o Professor Virgílio Loureiro “um tesouro antropológico”. Segundo o próprio, a sua degustação “é uma emoção” e remete-nos para uma época medieval, numa altura em que os vinhos, ao contrário de hoje, não levavam qualquer tipo de tratamento. “Como todos os vinhos brancos, este era um vinho bebido pelos povos antigos de Oleiros em momentos festivos”.

 

 

 

A casta em destaque aparece referenciada em registos ampelográficos de 1889 e na ocasião foi referido que o seu nome, provavelmente, deriva do latim “Callum”, correspondendo a “pele dura, crosta” ou “Callosus” “caloso duro”, palavra que poderá ter derivado do grego “Kalon” que corresponde a “madeira”.

 

 

 

Esta tem como vantagens o facto de ter resistido à filoxera e de originar produções bastante significativas (foi referido que uma videira pode originar 200 litros de vinho). Hoje ainda persistem alguns notáveis exemplares seculares, de origem pré-filoxérica, os mais frequentes junto às linhas de água (na sua galeria ripícola), trepando sobre tutores vivos (videiras em “enforcado”). Por seu lado, o vinho que esta casta origina deve ser apreciado in loco, preferencialmente nas típicas adegas em xisto que existem no território, algumas das quais ainda exibem os seus ancestrais lagares de vara.

 

 

 

As Jornadas contaram com a presença de alguns produtores que gentilmente se disponibilizaram a trazer algumas amostras do seu vinho, proporcionando um momento de degustação bastante pedagógico para todos os participantes. Este é, sem dúvida, um produto genuíno e a preservar, o qual começa a ser reconhecido pela sua autenticidade e pela história e emoção que encerra.

 

 

 

Segundo os especialistas, “antes de ser degustado, o vinho Callum deve ser entendido por quem o prova. É fundamental perceber a história, de muitos séculos, que este tem para contar e que nos remonta a ocupações muito antigas do território”.

 

 

 

Na mesa das Jornadas estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Oleiros, Dr. Fernando Marques Jorge, o qual para além de abrir a sessão, foi participando de forma ativa e interessada nas várias intervenções); o Professor Doutor Virgílio Loureiro (docente do Instituto Superior de Agronomia e considerado como um dos maiores especialistas em Enologia); o Professor Doutor António Ramos (docente da Escola Superior Agrária de Castelo Branco e o qual orientou em 2004 o único trabalho académico sobre este tema); o Eng. José Vicente-Paulo (presidente da Associação dos Vinhos Históricos de Portugal e diretor da Adega Regional de Colares); o Eng. Rui Silva (do Núcleo de Oleiros da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro e que apresentou uma exposição sobre a realidade concelhia); o Dr. Carlos Neto de Carvalho (coordenador do Geopak Naturtejo, o qual abordou o Vinho Callum enquanto produto de diferenciação e marketing territorial no contexto dos Geoprodutos) e o Dr. Paulo Veiga (da agência publicitária PlayMe, dando continuidade à estratégia de valorização e promoção do produto e que na ocasião apresentou uma cuidada proposta de marca para o vinho Callum).

Voltar

Agenda Cultural

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2021 - Desenvolvido por citricweb.pt