Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

14253037

Visitantes

Notícias

Avaliação fitossanitária e estrutural de árvores existentes na Vila de Oleiros

Por Município de Oleiros em 18 de Maio de 2018

Avaliação fitossanitária e estrutural de árvores existentes na Vila de Oleiros

O Município de Oleiros, através do Serviço Municipal de Proteção Civil/ Gabinete Técnico Florestal, decidiu efetuar um pedido de avaliação técnica especializada, relativa à avaliação fitossanitária e avaliação de risco de rutura  aos seguintes exemplares: Pseudotsuga frente à Igreja Matriz de Oleiros; Freixo atrás da Igreja Matriz de Oleiros; Cedro junto à escola Primária de Oleiros. Esta decisão derivou da solicitação do Sr. Pároco de Oleiros e do alerta de alguns populares. Após apreciação visual dos técnicos deste município, concluiu-se que as situações careciam de avaliação técnica especializada. 

Posto isto o Município contratualizou com o Laboratório de Patologia Vegetal Veríssimo de Almeida (LPVVA) do Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa que procedeu à avaliação e que consistiu nos seguintes métodos de análise: Caracterização dos exemplares; Diagnóstico de pragas e/ou doenças; Deteção de defeitos estruturais; Atribuição de um Grau de Risco. Terminadas as avaliações, o Município divulga as conclusões dos relatórios técnicos produzidos pela entidade contratada. 

Relativamente à Pseudotsuga situada em frente à Igreja Matriz de Oleiros, o relatório conclui que o grau de perigosidade é elevado, sendo recomendada a remoção desta árvore por constituir perigo para pessoas e bens. É ainda aconselhável evitar a permanência junto à zona da projeção da copa (pessoas e bens). Quanto ao Freixo localizado atrás da Igreja Matriz de Oleiros, apurou-se que o grau de perigosidade é moderado. A recomendação é cortar os ramos pendurados; reduzir os ramos em conflito com o edifício; e monitorizar a árvore anualmente ou sempre que se verifiquem fenómenos climatéricos excecionais. Por fim, o Cedro junto à escola Primária de Oleiros, constitui um grau de perigosidade elevado. A recomendação é cortar os ramos pendurados; cortar os ramos em conflito no interior da copa;  fazer uma nova reavaliação no final do verão de 2018; e fazer uma reavaliação sempre que se verifiquem fenómenos climatéricos excecionais. Foi também aconselhado vedar o acesso à zona de projeção da copa.

Assim, a Câmara Municipal de Oleiros, irá com a maior brevidade possível proceder à desmontagem da Pseudotsuga frente à Igreja Matriz de Oleiros. Estes trabalhos serão devidamente sinalizados e anunciados. Conforme recomendações deste relatório, o município reitera a necessidade de precaução por parte da população cumprindo as normas de segurança apontadas, concretamente, evitar a passagem/permanência de pessoas e bens na zona da projeção da copa deste exemplar.

Relatórios completos disponíveis aqui.

Voltar

Agenda Cultural

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2019 - Desenvolvido por citricweb.pt