“Oleiros, a metáfora do tempo ou um percurso de sensações” no Hotel Santa Margarida

1358528134metáfora_do_tempo

Vai estar patente no Hotel Santa Margarida, um empreendimento turístico de 4 estrelas a funcionar desde outubro em Oleiros, a exposição de pintura “Oleiros – a metáfora do tempo ou um percurso de sensações”, da autoria de Augusto de Matos. A mostra pode ser vista a partir do dia 18 de janeiro, pelas 18 horas, no lobby do Hotel e prolonga-se até ao dia 17 de fevereiro.

Constituída por cerca de 20 quadros, a exposição retrata, de uma forma figurativa, memórias de um quotidiano já passado e vários elementos da identidade Oleirense, como o feito do Padre António de Andrade, o casario, as ruas e as capelas da vila, o Freixo do Adro, a Ribeira de Oleiros, a Ponte Grande e a Igreja Matriz.

Segundo o texto de apresentação da exposição, “Augusto de Matos possui a invulgar capacidade de nos transportar para o outro lado do espelho, mediante composições figurativas que, apesar da sua forte vinculação ao realismo, possuem elementos próprios do mundo onírico. Um sentimento de encantamento e de saudade exala da sua obra (“)”.

O autor, natural de Oleiros, expõe em Oleiros pela quarta vez, depois de apresentar outras exposições, algumas delas temáticas, como “A Balada do Linho” ou “O Pão Nosso de Cada Dia”, esta última exibida em agosto de 2012 no Posto de Turismo Municipal e a qual retrata o ciclo do milho.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.