Parceiros do Dark Sky Aldeias do Xisto assinaram protocolo de cooperação

1626101473dark_sky_pampilhosa

Foi assinado no passado dia 8 de julho, o Protocolo de cooperação Dark Sky Aldeias do Xisto, na aldeia de Fajão, Pampilhosa da Serra. Está assim concluída mais uma etapa na afirmação de um destino turístico que agrega toda uma região em torno do céu. Um céu com caraterísticas diferenciadoras e que é já um valioso ativo. No concelho de Oleiros, é a aldeia de Álvaro que possui o certificado internacional de “Destino Turístico Starlight” no âmbito do projeto Dark Sky Aldeias do Xisto, pelas excelentes condições de visibilidade, transparência e escuridão do céu, e ainda a prontidão e a qualidade dos serviços turísticos.

Entre as 24 entidades signatárias, são 20 os Municípios parceiros que, tal como Oleiros, se comprometeram a fortalecer ligações estratégicas, gerar oportunidades económicas e sociais, desenvolver produtos turísticos exclusivos, salvaguardar o património natural e construído e promover a qualidade de vida das populações através deste protocolo.

Segundo Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal, “este é um trabalho extraordinário de singularidade em relação a um território”, que contribuiu para que “mesmo numa fase difícil”, “territórios da baixa densidade e do interior tivessem ombreado e até mesmo tido resultados superiores a destinos turísticos mais maduros e mais clássicos”. O “tempo, o silêncio, a segurança e condições naturais para estruturar o produto Dark Sky”, encarados como verdadeiros luxos do século XXI, são para Pedro Machado fatores que podem ajudar a “reinventar estes territórios”. Apolónia Rodrigues, Presidente da Associação Dark Sky, acrescentou ainda que agora o que mais importa é “valorizar, fazer crescer o território e ter sempre presente que tem de haver cooperação, liderança e sobretudo qualidade no produto que é desenvolvido.”

Com este protocolo de cooperação, pretende estabelecer-se mecanismos de afirmação do Dark Sky Aldeias do Xisto como Destino Turístico Starlight, apoiar a sensibilização e formação dos agentes públicos e privados do território e contribuir para a preservação do céu noturno e para a melhoria da iluminação pública, tendo em vista o controlo da poluição luminosa. Ainda no âmbito do mesmo protocolo, os parceiros comprometem-se a trabalhar em conjunto para a construção, promoção e comercialização de produtos especializados e integrados que explorem todo o potencial da região, fomentando, por exemplo, a organização de eventos de animação e observação do céu noturno com alcance nacional e internacional.

Para isso, é essencial o envolvimento e a sensibilização dos agentes que operam no terreno, qualificando a oferta turística, especializando-a e adequando-a às especificidades do astroturismo. Recordamos que, em junho, os setores do Turismo e da Comunicação do Município de Oleiros integraram as ações de formação ADXTUR.

O projeto Dark Sky Aldeias do Xisto é liderado pela ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto em parceria com a Associação Dark Sky® Alqueva e tem como co-promotor a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra. Completam a rede de parceiros iniciais o Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

 

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.