Pçª do Município, 6160-409 Oleiros, Portugal

Peça de teatro da água se fez lenda estreia no próximo sábado em Oleiros

1637878188CIMBB_AGUA_Cartaz_Iindividual_BB_oleiros (Demo)
Depois das Invasões Francesas, Água será o tema da segunda coprodução artística que a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) está a preparar, no âmbito do projeto Beira Baixa Cultural 2.0. Este resulta de uma parceria com os seis municípios: Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão e conta com a direção artística, criação e execução, a cargo da Companhia de Teatro da Sons & Ecos. Pela segunda vez consecutiva, a estreia será em Oleiros. Face à conjuntura atual, o espetáculo terá lotação máxima de 70 lugares e entrada livre, mediante apresentação de certificado digital. Os presentes deverão usar máscara e seguir as regras de higienização e distanciamento social.
A preparação para o espetáculo intitulado “Da água se fez lenda” decorreu ao longo das últimas semanas, realizando-se durante o mês de dezembro a apresentação final dos espetáculos em cada um dos municípios, sendo que o primeiro, em Oleiros, está agendado para o dia 4 de dezembro, pelas 21H, no Auditório da Santa Casa da Misericórdia.
Oleiros volta assim a receber a estreia deste projeto intermunicipal e os participantes, à semelhança do que aconteceu no primeiro espetáculo – dedicado às Invasões Francesas -, têm oportunidade de se envolver ativamente em todo o processo criativo (desde a representação, à elaboração de cenários, sonoplastia e costura), possibilitando assim a aquisição de competências pessoais variadas. O projeto permite ainda aproximar a população do património histórico e do legado cultural relevante da Beira Baixa.
Nesta segunda edição, cada espetáculo terá um elenco intermunicipal, numa seleção de atores que reunirá Oleiros, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão, com 3 exibições itinerantes nos dias 4, 5 e 11 de dezembro, em cada um dos seus concelhos, respetivamente.
Os participantes oriundos dos concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Penamacor irão integrar uma outra seleção que percorrerá quele território em 3 datas distintas. Recorde-se que estes espetáculos estão integrados no projeto Beira Baixa Cultural 2.0 e são financiados pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) da União Europeia.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.