Universidade Sénior deu ontem o primeiro passo

1477066798IMG_8970

A Universidade Sénior deu ontem o primeiro passo naquele que será um caminho de pelo menos três anos no sentido de promover o envelhecimento ativo.

Fazem parte da coluna vertebral deste projeto: Dr. Fernando Jorge, Presidente da Câmara Municipal; Filipe Domingues, coordenador do CLDS; José Marques, presidente da Assembleia Municipal; e António José Luís e Albino Caldeira, colaboradores seniores na divulgação e na logística.

Em discurso, o Presidente da Câmara Municipal frisou que os pontos essenciais da Universidade são o Voluntariado dos formadores e a vida ativa que se pretende que os formandos abracem.

O Dr. Fernando Jorge acrescentou ainda que “Parar é morrer” e como tal, o projeto que ontem se iniciou pretende ser uma luta contra o envelhecimento e o esquecimento.

Também na qualidade de formador voluntário na área da Saúde e Bem-Estar, explicou as áreas que se pretendem abordar sendo que na próxima quinta-feira esta será a primeira aula do semestre.

Com cerca de 70 pessoas inscritas, a Universidade Sénior inicia o semestre com as disciplinas de Saúde e Bem Estar, Informática e Educação Física.

No âmbito da Cidadania, área em que o Comendador José Santos Marques dará o seu contributo, serão agendadas visitas de estudo à Assembleia da República e aos Jardins do Palácio de Belém entre outros destinos.

As áreas de Informática e Educação Física serão lecionadas por técnicos do Município também em regime de voluntariado.

O técnico de desporto João Marques informou que haverá aulas na Piscina Municipal em contexto aquático e também aulas de atividade física e lazer adaptáveis à condição física dos formandos.

A aula mais requisitada para já é a Informática, coordenada pelo técnico João Eduardo, que irá abordar os aspetos básicos até à interação em redes sociais, por exemplo.

O Plano Curricular foi definido com base no interesse dos inscritos e irá estender-se a outras áreas consoante disponibilidade de formadores voluntários.

A Universidade Sénior destina-se a pessoas com mais de 55 anos e volta a aceitar novas inscrições no final do semestre, em fevereiro.

Esta iniciativa surge no âmbito das áreas de intervenção do CLDS, mais propriamente no que diz respeito ao envelhecimento ativo e à criação de condições e ferramentas para melhorar a qualidade de vida destas pessoas.

A Universidade Sénior é uma ação do Município de Oleiros, através do CLDS 3G “Novos Desafios”, recordando que este projeto foi alvo de uma candidatura aprovada no valor de 450 mil euros para três anos.

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.