Vinho Callum e Mel sob várias experiências no fim-de-semana pascal em Oleiros

1520943873Vinho_Callum

Integrada na iniciativa “Dez Freguesias, Dez Experiências”, o Município de Oleiros, juntamente com a Junta de Freguesia de Oleiros-Amieira, tendo o apoio de 8 associações locais, estão a promover a realização do Ateliê do Vinho Callum e do Mel, agendado para o dia 31 de março.

Em pleno fim-de-semana da Páscoa, a proposta da organização é de um dia muito bem passado, com diferentes experiências que pretendem valorizar dois importantes produtos endógenos do território: o histórico vinho Callum e o mel.

Proveniente de uma casta branca autóctone de Oleiros e associado a vários arcaísmos vitivinícolas que remontam à época medieval, este é considerado um “tesouro antropológico” e um “emocionante vinho histórico”.

O mel destas paragens, por seu lado, é bastante apreciado, sendo muito utilizado na doçaria tradicional.

Este possui uma tonalidade bastante característica, entre o âmbar e o âmbar muito escuro (quase negro), para além do cheiro muito próprio e sabor intenso, os quais são influenciados pelo néctar das urzes e outras plantas da família Ericaceae que povoam o coberto vegetativo das serranias oleirenses.

A atividade realiza-se no dia 31 de março e inicia-se pelas 9:00h, no Jardim Municipal de Oleiros, de onde parte o passeio pedestre interativo.

Este contempla várias experiências ao longo do percurso e culmina com um almoço vínico, no qual estará presente o enólogo Pedro Teixeira.

A atividade encerrará pelas 15:00h, no Jardim Municipal, com a recriação histórica “A romanização do vinho e as festas báquicas“, a cargo da Companhia de Teatro Viv´Arte.

Contando com o envolvimento das associações: Desportiva de Caça e Pesca de Oleiros, Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oleiros, Recreativa e Cultural de Oleiros, Casa do Benfica em Oleiros, Escuteiros, Pinhal Total, Rancho Folclórico e Etnográfico de Oleiros, Sociedade Filarmónica Oleirense e Agrupamento 1080 CNE de Oleiros, este será um ateliê temático de cultura e gastronomia que revelará, uma vez mais, os ativos naturais e paisagísticos do território, assim como o seu património histórico – etnográfico.

A atividade integra o projeto intermunicipal Beira Baixa Cultural, promovido pela Comunidade Intermunicipal e Municípios que a constituem, sendo cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Europeu / Portugal 2020. Os interessados em participar podem inscrever-se até ao dia 23 de março, na Casa da Cultura de Oleiros, presencialmente ou por telefone (272 680 230).

O mote está lançado e nesse fim-de-semana, para além do Festival do Cabrito Estonado e do Vinho Callum, a decorrer na vila e nos restaurantes aderentes por todo o concelho, os participantes podem ainda tomar parte em seculares tradições pascais que não deixam ninguém indiferente

Posts relacionados

Preferências de Navegação
Quando visita o nosso site, ele pode armazenar informações pela via do seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui pode alterar suas preferências de privacidade. O bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência de navegação no nosso site e nos serviços que oferecemos.